5 de maio de 2022

Para entender o poder dos podcasts com vídeo, o melhor jeito de começar é assistindo um episódio muito especial de “The Diary of a CEO”, apresentado por Steven Bartlett. Steven é empresário, investidor de capital de risco do programa Dragons’ Den e apresentador de um podcast de sucesso.

No podcast, ele entrevista personalidades importantes da cultura e ouve as histórias que elas têm para contar. Neste episódio, o comediante do YouTube Jack Dean (conhecido como Jaackmaate) conta como é lidar com o TOC e a hipocondria, compartilhando uma história sobre fragilidade. Ouvir a história já é o suficiente para emocionar as pessoas, mas ver o relato torna a experiência ainda melhor. As expressões dos olhos e do rosto, a linguagem corporal, os gestos com as mãos e a energia física geral atraem os espectadores, garantindo a atenção total deles.

Esse é o impacto dos podcasts com vídeo. Steven Bartlett, criador e apresentador de “The Diary of a CEO”, sempre consegue que seus convidados compartilhem essas histórias sinceras e corajosas. Jaackmaate disse que o episódio foi como uma sessão de terapia, já que ele falou de questões pessoais que poucas pessoas conheciam. As pessoas ouvem a história se desenrolar pelo áudio e também veem isso pelo vídeo, o que aprofunda a experiência do podcast.

Neste guia sobre como gravar um podcast em vídeo, Steven compartilha alguns conhecimentos importantes que ele aprendeu como criador. Veja a seguir o que você precisa saber para gravar um podcast em vídeo e buscar resultados similares aos que Steven alcança com o “Diary of a CEO”.

Mas primeiro: por que podcasts em vídeo?

Podemos fazer essa mesma pergunta com relação aos videoclipes. A música é acima de tudo uma forma de arte sonora, mas ninguém pode negar o impacto dos videoclipes desde que eles alcançaram a popularidade no começo dos anos 1980. Os videoclipes dão vida às palavras e aos sons, além de contar a história de uma música de um jeito novo e diferente.

O podcast em vídeo oferece o mesmo tipo de oportunidade para os criadores. E como esse formato está começando a evoluir agora, ainda sabemos muito pouco sobre o que é possível fazer com ele. Steven menciona os três principais benefícios do vídeo pro programa dele:

  1. “Permite que o espectador veja emoções”. Seja felicidade, tristeza ou qualquer outro sentimento, capturar as emoções das pessoas tem um impacto maior no vídeo do que apenas no áudio.
  2. “Dá mais personalidade aos convidados e aumenta a relevância deles para os espectadores”. O fato do público poder assistir à entrevista aumenta a animação, aprimora a narrativa e fortalece a apresentação do seu convidado.
  3. “Ao filmar os episódios, posso separar trechos pra usar nas redes sociais como forma de divulgação do podcast”. Por exemplo, Steven divulga teasers dos episódios no Reels do Instagram, incluindo resumos das conversas e outros vídeos dos convidados. Ele usa efeitos sonoros e samples de músicas pra criar mais expectativa.

Crie seu espaço de gravação

Para criar um podcast em vídeo de alta qualidade, você deve começar com o espaço. É importante se concentrar nesse aspecto para oferecer aos ouvintes a melhor experiência audiovisual, seja qual for o lugar de gravação e o orçamento. Veja a seguir os principais elementos para criar o melhor espaço de gravação.

  • Espaço silencioso e com boa acústica: pode ser um estúdio profissional ou sua própria casa, como é o caso de Steven. “Meu estúdio fica na minha cozinha. Escolhi gravar em casa porque parece que meus convidados se sentem mais relaxados lá do que em um estúdio profissional”, conta.
  • Iluminação: usar uma luz de estúdio com uma softbox faz toda a diferença para a qualidade do seu podcast com vídeo. A softbox muda a iluminação usando uma tela de difusão, o que garante um efeito mais suave. Se você ainda não tem esse equipamento, use uma iluminação apropriada pro seu programa.
  • Decoração: o espaço de gravação precisa ter um design que combine com a marca geral e o conceito do podcast. Incorpore as cores da marca ao espaço, seja com móveis, obras de arte, iluminação ou até nas suas roupas. Se você tem um podcast sobre negócios, crie um espaço de gravação simples e elegante. Mas se ele for sobre música, uma boa ideia é colocar instrumentos no fundo. Seja qual for a decoração ou estética, o importante é que o cenário esteja limpo e organizado, sem bagunça que distraia os espectadores.
  • Microfone para gravar o áudio: assim como no caso de um típico podcast em áudio, você vai precisar de um bom microfone com pré‑amplificadores para ter a melhor qualidade de som. A quantidade vai depender do número de convidados ou apresentadores. Uma vantagem do podcast com vídeo é que o público pode ouvir apenas o áudio, o que dá a ele mais flexibilidade para escolher como consumir o programa.
  • Câmera para gravar o vídeo: e claro, você vai precisar de uma boa câmera ou de várias caso filme o podcast de muitos ângulos, como o “Diary of a CEO”. Use uma filmadora com pelo menos 1080p de resolução ou uma câmera DSLR. No entanto, Steven comenta que “até mesmo o celular é suficiente” nos cenários mais básicos. Você também vai precisar de um tripé para enquadrar o vídeo e montar a câmera.

Talento e competência fizeram de Steven um dos melhores podcasters de vídeo do setor, e o sucesso conquistado permitiu que ele criasse um espaço de gravação de primeira linha. “Cerca de um ano atrás, decidimos pensar grande com relação ao nosso estúdio de podcast. Investimos £ 40 mil em novos equipamentos para deixar tudo do jeito que queríamos, criando o espaço mais amigável e cinemático possível. Nosso estúdio atualmente inclui seis câmeras, dois trilhos e um dolly”, Steven diz.

Mesmo que Steven tenha um estúdio de primeira linha em casa, ele diz que um dos maiores erros dos podcasters iniciantes é “acreditar que precisam ir com tudo e gastar rios de dinheiro”. Na verdade, ele recomenda o seguinte para quem está começando: “O melhor a fazer é ir aos poucos pra descobrir o que funciona ou não para você”. Depois que você gerar repercussão suficiente e monetizar seu podcast, será um bom momento para investir no estúdio.

Se prepare antes da gravação

Como o processo envolve mais etapas e produção, é importante se preparar para gravar um podcast em vídeo, até mais do que você já se prepara para um episódio somente em áudio. Como o formato de vídeo adiciona mais uma camada de visibilidade, você e seu convidado precisam estar prontos e arrumados para começar a filmar. A apresentação visual é a primeira etapa, seguida pela preparação sobre o conteúdo do programa.

Com alguns dias ou semanas de antecedência, faça um resumo dos principais pontos que serão abordados no episódio ou escreva um roteiro mais detalhado. Ensaie com antecedência e se familiarize com o resumo ou roteiro. Desse modo, ele vai ser mais como uma referência se você precisar. Ler palavra por palavra não funciona na câmera.

Caso você receba convidados, compartilhe o que está programado com antecedência. Assim, eles também vão poder se preparar e terão tempo para pensar nas respostas, o que gera uma discussão aprofundada e melhora o ritmo da conversa. O resumo não precisa incluir tudo, e a conversa pode e deve sair do roteiro para que o episódio ainda tenha momentos espontâneos e que não foram ensaiados.

Escolha o formato

Duas das vantagens dos podcasts (vídeo ou áudio) são a flexibilidade e as opções criativas que eles oferecem. Você pode escolher diversos formatos pra incorporar aos episódios do seu podcast em vídeo, e todos têm benefícios.

O primeiro é a entrevista. Para Steven, este é o melhor formato devido à “conexão que você estabelece quando está de frente para o convidado”. Nas entrevistas, use uma câmera para gravar todos no mesmo enquadramento ou várias delas para alternar entre close‑ups seus e do convidado.

A gravação solo é quando só você fala com a câmera. Use elementos gráficos, slides, fotos, vídeos, sons e música para alternar as imagens e manter o público interessado e assistindo, aprimorando o formato.

Com o podcast com vídeo, também é possível gravar uma entrevista remota. Use sua plataforma de videoconferência favorita para fazer as entrevistas remotas e baixe a gravação para importar para a Anchor.

Além desses três formatos em casa e em estúdio, você ainda pode cair na estrada com seu podcast. Grave em diferentes locais como restaurantes e parques, mas garanta que o som e a luz sejam adequados para oferecer a melhor qualidade para os espectadores.

Pense nos episódios e até mesmo em todo o conceito do programa com base no formato visual, o que não seria possível com o podcast somente em áudio. Por exemplo, com os podcasts em vídeo, você pode preparar receitas e fazer tutoriais de maquiagem e penteados.

Edite o vídeo

Esta é uma etapa crucial do processo de produção do podcast com vídeo. Durante a edição, você corta e encurta segmentos, adiciona transições visuais, clipes de áudio e elementos gráficos, além de ajustar as cores, se precisar. A edição desempenha um papel ainda mais fundamental quando você grava o podcast com várias câmeras. Isso porque é necessário alternar as tomadas dependendo de quem está falando.

Para editar o podcast em vídeo, primeiro você precisa de um programa de edição apropriado. Tem muitas opções disponíveis para escolher. Use os testes grátis para avaliar alguns programas e encontrar o melhor pra você. Na hora da edição, também é importante considerar a sincronização do áudio com o vídeo. E, recebendo um convidado ou não, adicione ou suavize as transições para melhorar o fluxo do vídeo pelas pausas, segmentos ou assuntos.

Se quiser saber mais sobre essas etapas e outras coisas, confira as dicas de edição de vídeo de Donnie Beacham, integrante do The Ringer Podcast Network.

Divulgue seu podcast

Depois de todo esse trabalho para gravar um podcast em vídeo maravilhoso, é hora de mostrar o resultado para seu público. E você pode fazer isso de diversas maneiras incríveis e únicas.

Como a maioria das redes sociais é muito visual, os podcasts em vídeo são um conteúdo perfeito para compartilhar nesses canais. Escolha alguns trechos curtos durante a edição pra postar no TikTok, Reels e Stories do Instagram e Facebook. Se preferir, separe trechos maiores para publicar no YouTube.

Publique trechos dos seus episódios em vídeo ou uma série deles, assim como Steven faz pra divulgar o programa dele. “Conto com a ajuda de uma pessoa que cria uma divulgação para cada episódio. Isso inclui as melhores partes e as que têm mais impacto, editadas com música e efeitos sonoros. Também separo trechos que agregam valor pra usar nas redes sociais e publico nos meus canais”, ele diz.

Escolha os trechos e soundbites que vão deixar o público com vontade de ouvir e assistir o episódio inteiro. Divulgue os trechos mais engraçados, emocionantes e encantadores no seu site, redes sociais e e‑mails antes e depois do lançamento do episódio.

A gravação de um podcast em vídeo é um aprendizado constante

O podcast em vídeo é uma novidade no Spotify, e as práticas recomendadas de gravação vão evoluir com o próprio formato. Mesmo que seja um pouco mais complicado que o áudio, o vídeo oferece novas possibilidades para os criadores e dá ao público uma nova maneira de consumir seu programa.

Aprender a gravar um podcast em vídeo tem tudo a ver com o método de tentativa e erro. É como Steven diz: “Apenas comece e aprenda com o processo, fazendo melhorias sempre. Mesmo que você melhore só 1%, isso com o tempo vai se acumulando.”

Agora é sua vez de criar um podcast em vídeo. Faça login na Anchor para começar ou veja este vídeo com instruções detalhadas. Depois, é hora do show!