21 de abril de 2022

A frase “assistir a um podcast” não fazia muito sentido quando esse canal surgiu. Afinal, ele era um formato apenas de áudio. Hoje, os milhões de fãs de podcasts querem não só ouvir, mas também assistir seus programas favoritos.

Seja humor, esporte ou outro tipo de conteúdo, os podcasters estão criando versões em vídeo para seus episódios em áudio, e por um bom motivo. Os podcasts com vídeo proporcionam uma experiência mais imersiva pros fãs, sem falar nas oportunidades criativas que eles oferecem aos apresentadores e produtores.

Não sabe se o podcast com vídeo é a escolha certa pra você? Neste artigo, você verá os benefícios desse formato e como criar podcasts com vídeo com facilidade no Spotify.

Quatro motivos para criar um podcast em vídeo

Com o podcast em vídeo, você tem uma maneira poderosa de engajar os fãs, ampliar o alcance e dar outra dimensão ao seu programa. Veja a seguir quatro motivos que estão levando os podcasters a se aventurarem no mundo do vídeo (e por que você também deveria fazer isso).

1. O público quer conteúdo de vídeo

O público atual consome muito conteúdo de vídeo. Os fãs adoram se divertir com as telas, seja assistindo clipes curtos no celular ou fazendo streaming pela TV. Dar um rosto à voz é algo que faz os podcasts com vídeo serem mais interessantes do que o áudio sozinho.

Com o podcast com vídeo, os criadores suprem a demanda do vídeo sem precisar desenvolver conteúdo totalmente novo. Você produz um episódio e pode lançar dois formatos dele: áudio e vídeo.

Ainda não sabe se seus fãs querem assistir seu podcast? Pergunte diretamente a eles. Use as Enquetes e Caixas de Perguntas da Anchor pra descobrir qual tipo de conteúdo eles querem consumir.

2. Ofereça aos fãs a liberdade de escolher o formato

O lado bom do podcast em vídeo é que ele não entra em conflito com a versão em áudio. Com o formato em vídeo, os fãs ouvem (ou assistem) o programa do jeito que preferirem, seja na esteira ou no sofá.

Por exemplo, se alguns fãs passam muito tempo dirigindo, eles provavelmente vão ouvir o programa no carro. Talvez outras pessoas prefiram consumir seu programa da mesma maneira que um talk show tradicional: sentadas no sofá e assistindo na TV.

E claro, seu público pode incluir pessoas que preferem alternar entre áudio e vídeo. Por exemplo, alguém que assiste metade do podcast enquanto anda na esteira e ouve o restante no caminho pro trabalho.

Os podcasts em vídeo garantem que os fãs aproveitem seu programa, não importa o lugar ou momento.

3. Mostre aos fãs do que você está falando

O podcast em vídeo também é útil quando você está falando sobre um artigo, produto, captura de tela ou imagens durante o programa. Os fãs não conseguem ter uma noção “visual” quando o episódio está em áudio. Mas o vídeo traz contextualização, mantendo as pessoas interessadas.

Mesmo se você não tiver indicadores visuais no podcast, basta usar a linguagem corporal e as expressões faciais para estabelecer conexões mais profundas com os fãs.

4. Faça mais pessoas descobrirem seu programa nas redes sociais

As redes sociais são uma ferramenta poderosa para atrair novos fãs pro seu podcast. Mas essas plataformas são muito visuais. Quando os usuários rolam pelo feed na velocidade da luz, é muito difícil que um podcast de áudio longo se destaque no meio de um conteúdo visual rápido e chamativo.

É aí que o vídeo entra em cena.

Imagine que você gravou um podcast em vídeo de uma hora. Em vez de postar o episódio inteiro, separe o conteúdo em trechos menores que atraiam a atenção das pessoas nos seus canais do Instagram, Facebook, Twitter, TikTok e YouTube. Isso serve pra deixar as pessoas com vontade de ouvir (ou assistir) episódios inteiros no Spotify. Não se esqueça de incluir um link para o episódio no conteúdo ou na bio pros seguidores encontrarem o programa com facilidade.


Como criar um podcast em vídeo no Spotify

Você não precisa ser cinegrafista para entrar na onda dos podcasts em vídeo. Com o podcast em vídeo no Spotify, você transforma um programa de áudio em uma experiência visual com apenas alguns cliques.

Veja como funciona:

1. Grave o episódio do seu podcast em vídeo

Depois que receber aprovação, é hora de começar a filmar.

Uma característica dos podcasts em vídeo é que não tem uma “maneira correta” de gravar os episódios. O que pode ser um alívio para quem não tem experiência em produção de vídeo. Claro, alguns criadores usam equipamentos caros para produzir os vídeos. Mas alguns dos podcasts mais famosos do mundo têm uma produção mais básica. É possível usar até mesmo softwares como a Riverside.fm (agora integrada ao criador de episódios da Anchor) para gravar e editar o conteúdo do vídeo diretamente no navegador.


Veja a seguir três maneiras de gravar o podcast em vídeo, esteja você no estúdio ou na mesa da cozinha:

Uma câmera: esse é o jeito mais simples de criar podcasts em vídeo. Basta montar a câmera e enquadrar você (e seus convidados caso tenha), pressionar “gravar” e começar o programa. Não se preocupe com o equipamento. Você pode até investir em uma câmera cara, mas um smartphone e um tripé são suficientes.

Várias câmeras: se você quer que o programa tenha a vibe de um talk show tradicional da TV, o melhor jeito é filmar com várias câmeras. Normalmente, isso envolve um plano geral para capturar todos do episódio e câmeras separadas para cada participante. Não se esqueça de que você vai precisar de um software de edição de vídeo para alternar as tomadas.

Gravação remota: este é um jeito fácil de incluir participantes de várias partes do mundo em uma experiência visual coesa para os fãs. Não é necessário usar equipamentos caros: você só precisa de uma ferramenta de videoconferência como o Zoom para capturar várias webcams ao mesmo tempo. Esse método é útil principalmente para os programas de entrevistas com convidados remotos.

2. Carregue o arquivo de vídeo na Anchor

Quando terminar de trabalhar no vídeo, faça upload do arquivo na Anchor, a ferramenta gratuita de criação de podcasts do Spotify. O processo é muito parecido com o de novos episódios em áudio. No momento, o Spotify aceita arquivos em .mov e .mp4, além de recomendar a proporção de 16:9. Se preferir, aproveite um dos nossos parceiros de vídeo integrados como a Riverside para carregar seu conteúdo na Anchor com facilidade.

Não se esqueça de que os podcasts em vídeo não precisam ser exclusivos do Spotify. Se você publicar o programa em outras plataformas como o YouTube, basta carregar os mesmos arquivos na Anchor. Assim, centenas de milhões de usuários do Spotify vão descobrir seu podcast.

3. Publique o episódio no Spotify

Depois que você publica o episódio, ele fica disponível diretamente no catálogo do Spotify. Os episódios em vídeo podem ser acessados usando os players do Spotify favoritos dos seus fãs, incluindo o app para celular, o Web player e a maioria das smart TVs e consoles de videogame.

O que também torna os podcasts em vídeo do Spotify tão especiais é a possibilidade de assistir em tela cheia, ouvir somente o áudio do episódio ou alternar entre ambos. E tudo isso na mesma plataforma.

Se tiver dúvidas com relação à distribuição, acesse a página de perguntas frequentes da Anchor sobre podcasts em vídeo.


Apareça em áudio e em vídeo

Parece que a demanda pelo podcast não vai diminuir tão cedo, assim como a demanda pelo vídeo. Que tal proporcionar aos seus fãs o melhor dos dois formatos?

Os podcasts em vídeo combinam a proximidade do áudio com o impacto visual do vídeo. O mais importante é que eles oferecem flexibilidade para os fãs aproveitarem o programa no formato que quiserem. O resultado é uma experiência imersiva em que os criadores estabelecem conexões mais profundas com o público. Além disso, os fãs podem conhecer ainda mais seus podcasts favoritos.

Queremos ver como você vai usar o vídeo de um jeito inovador para se conectar com o público.

Esta publicação foi atualizada em 21 de abril de 2022 para incluir a parceria da Anchor com a Riverside.fm.