24 de maio de 2022

Os criadores e consumidores sabem que um podcast é muito mais que um conjunto de arquivos em áudio. Ele marca a vida das pessoas, e elas se sentem compreendidas e conectadas. Por isso, a afinidade com seus programas favoritos não acontece por acaso. Ela é um subproduto do poderoso branding do podcast. Você provavelmente conhece várias marcas de roupas, carros e doces, mas o que significa criar uma “marca” para o seu podcast? Simplificando, fazer o branding é desenvolver uma identidade visual e de áudio diferenciada pro seu programa. Isso inclui tudo, desde o nome e a arte da capa do seu podcast até a música de introdução e as falas ou chamadas de encerramento recorrentes que você faz durante as conversas. O público tem opções infinitas de conteúdo. Por isso, é importante desenvolver uma identidade que faça seu podcast se destacar. O branding para podcast é mais arte do que ciência, mas algumas práticas recomendadas podem te ajudar a deixar sua marca com o seu programa. Veja aqui as dicas de branding de dois profissionais de marketing do Spotify.

  • Greg Falconi: diretor sênior de arte do Talk Creative Marketing do Spotify
  • Erin Safreno: designer da Talk Creative Marketing do Spotify

Comece refletindo

Talvez você queira pensar logo nos conceitos para a arte da capa e nas ideias de episódios pro seu podcast. Mas é bom ter noção do panorama geral antes de se apegar aos detalhes. “O elemento mais importante que você deve pensar é no podcast em si”, diz Greg. “Depois de definir sua posição e entender o objetivo do seu podcast, as coisas como a arte da capa e presença nas redes sociais vão acontecer naturalmente.” Veja quatro perguntas para se fazer enquanto cria a base pra marca do seu podcast:

  • Por quê: por que você está criando este podcast?
  • O quê: qual valor seu programa vai oferecer?
  • Como: como você vai atingir seus objetivos?
  • Quem: quem é seu público-alvo e quem são seus concorrentes?

Quando estiver confiante com as respostas, você poderá começar a construir sua marca.

Controle sua mensagem

A mensagem da marca do podcast é como você se comunica com seu público, incluindo o que e como você fala. “Tenha uma voz e tom consistentes para que seu público se identifique com você”, diz Erin. “Você é mais tradicional ou progressista? O tom é de exclusividade ou receptividade? Seriedade ou brincadeira?” Vamos desvendar como uma mensagem pode moldar a marca do seu podcast.


Deixe uma boa impressão com o nome do seu podcast

O nome do podcast define o tom que o público deve esperar a cada episódio. Um ótimo nome instiga a curiosidade e dá ideias sobre o que é o seu programa (de preferência com 20 caracteres ou menos). Veja o Oddvice (Conselhos estranhos), por exemplo: “O nome do podcast é uma maneira divertida e criativa de informar os ouvintes que os apresentadores não dão conselhos normais”, diz Erin. “Eles vão dizer o que pensam, mesmo que pareça estranho”.

Conquiste o público com a descrição do podcast

A descrição do podcast é uma grande oportunidade de mostrar a personalidade e o estilo da sua marca pelo texto. Você apresenta um podcast de humor? Faça uma descrição divertida e chamativa. O seu programa é mais formal? Crie uma mais comedida. “Muitas vezes, os criadores ignoram a descrição do podcast, mas ela deve ser feita com atenção para que o público saiba o que esperar do programa”, diz Erin. Veja a descrição do podcast Oddvice:


Junte‑se a Kristen McAtee e Alex Koot, melhores amigas que falam sobre os altos e baixos da vida. Com criações diferentes, essas meninas de 20 e poucos anos trazem perspectivas diversas para a balança. Toda semana elas compartilham experiências pessoais sobre vários assuntos e respondem suas perguntas. Elas falam das coisas de maneira leve e profunda. Por isso, segura firme que lá vem turbulência! Tudo sem limites e sem filtros, só conselhos esquisitos .

Em poucas palavras, elas destacam a perspectiva de cada uma (duas amigas com criações diferentes) e o senso de humor e tom de voz (“Por isso, segura firme que lá vem turbulência!”).

Crie nomes pros episódios de acordo com a marca

Assim como o título de um filme ou livro, os nomes dos episódios do podcast refletem o astral do seu conteúdo. Imagine que você apresenta um podcast com dicas diretas sobre carreira. Qual destes nomes (hipotéticos) estaria de acordo com a marca?

  • Episódio 4: Como conquistar o emprego dos sonhos
  • Jogue seu currículo fora: este e‑mail foi a porta para o emprego dos meus sonhos

Toda vez que você der um nome pra um episódio, se pergunte: Essa é a energia que eu quero passar? “Nomes sem contexto como ‘Episódio 47’ não ajudam, e você pode perder possíveis ouvintes assim”, diz Greg.

Mantenha o conteúdo do episódio consistente

As identidades das marcas são baseadas na consistência. Se você mudar o formato do seu podcast a cada episódio, vai ser difícil estabelecer uma marca que os ouvintes possam reconhecer com facilidade. Por exemplo, se você tem uma reputação com seus monólogos engraçados, seu público pode ficar desestimulado se você publicar uma entrevista formal. O mesmo princípio se aplica para os componentes básicos que você usa a cada episódio. “Usar uma introdução, um slogan ou mensagem de boas‑vindas consistente pode ajudar seu público a sentir que está se encontrando com amigos”, fala Greg.

Use efeitos visuais que complementem sua voz

Os recursos visuais transmitem o espírito e o caráter do seu podcast por imagens. Isso inclui a arte da capa do episódio, a fonte, o design do site, materiais promocionais e o estilo do estúdio (se você tiver um podcast com vídeo). Os recursos visuais devem refletir o tom e o estilo do seu programa. Isso pode parecer meio vago. Então, em vez de te falar como criar os elementos pra sua marca, pedimos aos profissionais do Spotify para compartilhar alguns exemplos. Primeiro: Teenager Therapy, um podcast focado em saúde mental apresentado por “5 adolescentes estressados e com privação de sono, mas muito animados”. Greg aponta como eles usam uma estética retrô e minimalista para criar um contraste atraente em relação aos tópicos difíceis que eles abordam. “Os efeitos visuais deles trazem cores suaves em gradiente em conjunto com as questões difíceis sobre a vida, fazendo alusão a como a vida para os adolescentes pode ser uma contradição”, diz Greg. “E o site deles tem ilustrações divertidas e interativas para que o público se identifique com o conteúdo.”

Um recurso visual em especial que pode convencer as pessoas a escutarem seu programa é uma arte da capa bem feita. Erin explicou como a arte da capa do Oddvice chamou a atenção dela.

“A direção de arte do estúdio delas usa cores e padrões divertidos e interessantes que combinam com as roupas delas”, diz ela. “A fonte grande em negrito chama atenção pra composição usando apenas branco para se sobressair do fundo colorido, o que é importante, pois o nome do programa deve se destacar imediatamente.” Não esqueça: os recursos visuais funcionam melhor quando combinam com o seu astral. “Se você tem um podcast tranquilo sobre meditação para dormir, as imagens devem combinar com o espírito do programa”, fala Greg. “Não faria sentido usar cores chamativas e intensas com fonte grande e escandalosa.” Não sabe nada de design? Não tem problema. O criador de arte de capa da Anchor ajuda você a produzir uma arte atraente com apenas alguns cliques em parceria com a Unsplash.

Mantenha sua marca consistente em todas as plataformas

As pessoas podem descobrir seu podcast em um app de áudio, nas redes sociais ou por indicação de um amigo, por isso você deve oferecer a mesma experiência para todas elas. Isso ajuda seu podcast a ficar conhecido e passa confiança pros seus ouvintes atuais e futuros. As pessoas estão saturadas de todos os tipos de conteúdo, por isso é muito importante criar uma marca que seja memorável e exclusivamente sua. Por exemplo, veja como a identidade visual do Teenager Therapy é consistente no site (acima), no cartão do nome do podcast com vídeo e nas imagens promocionais. Até o estúdio deles tem uma vibe lo‑fi.


Desenvolva sua marca para cultivar seu público

Talvez o ditado “se você construir, eles virão” não seja o melhor para quem está começando a jornada de podcasts. Seu conteúdo é a essência do seu programa, mas você também precisa de uma marca forte que inspire as pessoas a darem uma chance para o seu podcast e compartilharem com os amigos. “Assim como qualquer outro produto ou ideia, seu podcast precisa de uma persona que dê vida a ele, e assim conquistar seu lugar no mundo”, lembra Erin. Arte da capa, script e conversas, todos os elementos de branding do seu podcast funcionam juntos para criar uma experiência que o público vai lembrar. Tem alguma dica ou pergunta sobre branding para podcasts? Fale com a gente lá no Twitter @anchor.