22 de março de 2022

Se tem uma coisa que o nome do seu podcast não precisa, é a palavra “podcast”.

Pense nas músicas que você escuta. Tirando os temas coloridos (The White Album, The Blue Album, The Black Album e The Grey Album), as bandas não precisam usar a palavra “álbum” nos nomes dos discos.

É o mesmo pros podcasts. Eles estão tão conhecidos que os ouvintes não precisam ficar lembrando do formato. Na verdade, botar a palavra “podcast” pode deixar mais difícil pros ouvintes descobrirem se é algo que interessa a eles. Alex Bousquet, diretor de marketing de produtos do Spotify, aponta: “Para os ouvintes, isso acaba criando mais ruído e dificulta a escolha quando estão procurando novos programas. Digamos que eu encontre vários programas chamados ‘O podcast do jardim’. Como posso saber qual é mais a minha cara?”

Agora que você já sabe que pode deixar isso pra lá, tente criar um nome que não perca a graça com o passar do tempo.  Todos têm uma coisa em comum: os melhores nomes de podcasts são únicos.

Capriche!

Com literalmente milhões de podcasts no mundo, alguns nomes podem parecer iguais, e outros programas passam batido porque os nomes são muito genéricos ou vagos. Ache um nome que não seja ignorado.

“Quando muitos programas têm nomes iguais, os com nomes mais detalhados e únicos se destacam e acabam conquistando mais ouvintes. Economize os sete caracteres de ‘podcast’ para tornar o nome do seu programa mais único, ou deixar curto e simples”, diz Alex.

Por exemplo, “How to Save a Planet” (Como salvar o planeta), o podcast da Gimlet, é bem mais atraente do que “O podcast da sustentabilidade”. O primeiro passa uma mensagem clara e tem um efeito mais impactante. O segundo não tem o mesmo espírito.

Tem que atrair seu público

Se coloque no lugar do público que você quer atrair e se pergunte: o que chamaria a atenção dessa galera? Pra isso, você tem que conhecer essa comunidade. “O nome do programa tem que mostrar que ele é especial. As pessoas que encontrarem ele por acaso têm que pensar na hora: ‘essa é minha praia!’” diz Alex.

Um jeito de fazer isso é começar pelo assunto do seu podcast. Se o assunto for sobre a cultura disco da Nova York dos anos 70, seu podcast poderia se chamar “Histórias da Studio 54”.

Se o seu público for amante de vinhos, “elegante“, “seco”, “encorpado” e “taninos” são termos que essas pessoas reconheceriam. Um desses nomes pode dar um bom título. Pense nisso.

Dá também pra ir direto ao ponto e escolher um nome baseado no seu público. Por exemplo, o podcast “Motherhood Sessions” (Sessões da maternidade), da Gimlet, entrevista mães sobre a maternidade. O nome deixa bem claro com quem o podcast está falando.

Alex diz, “Mais do que nunca, um programa pode criar seu nicho e torcer para atrair um número considerável de ouvintes fieis”. O que define seu nicho? Isso podia ser uma ideia de nome de programa. Por exemplo, “The Kennedys” (Os Kennedys), da Parcast, mostra o nicho no título. Não é só sobre política, história ou crime, mas uma combinação de tudo isso, com essa dinastia política americana em foco.  

Tem que ser fácil de achar

Você precisa de um nome pro seu podcast tão único que seja fácil achar na busca. Quando um ouvinte recomendar seu podcast pra um amigo (seu sonho, né?), essa pessoa tem que achar seu programa rápido. Por exemplo, o podcast “Café da Manhã”, do Spotify Studios, é o principal resultado pra essa busca. Além disso, ainda é um dos principais resultados também de outras palavras‑chave, como “café” ou “café da”.

Além disso, resista à tentação de adicionar caracteres especiais ou usar grafias diferentes para criar um nome diferente, a menos que seja realmente necessário. Com isso, vai ser difícil encontrar seu programa.  

Pense na sua marca como um todo

Tenha uma visão geral quando escolher o nome do programa. Ele vai indicar o tema que você vai abordar. E representa você como criador para os ouvintes e possíveis parceiros criativos e de negócios.

Escolha um nome que continue interessante com o passar do tempo. Se você planeja ter seu podcast por vários anos, não dê um nome muito específico. Por exemplo, se seu podcast for sobre reality shows, o nome precisa estar relacionado ao gênero em vez de a um programa em particular que você vai discutir na primeira temporada. Mas se você só vai falar desse programa, é legal colocar essa informação no nome. Não importa o tema do seu podcast, o que importa é o nome continuar fazendo sentido daqui a 10 anos.

As palavras que você usa dizem muito sobre a sua marca. Dois podcasts podem ter palavras iguais no nome e terem temas completamente diferentes e públicos muito diversos. Por exemplo, o tema de um podcast chamado “Fruits of the World” (Frutas do mundo), que fala sobre frutas de origem indígena de várias regiões, seria muito diferente do podcast “Forbidden Fruits” (Frutas proibidas), que discute tabus com comentários bem diretos.

Outra questão que você precisa levar em consideração é o visual do nome. Imagine como ele vai ficar em materiais de marketing, impressos e na arte da capa. A capa é o logotipo do seu podcast. É o principal recurso visual que os ouvintes vão associar ao seu programa. Faça alguns testes com vários nomes. Se você estiver em dúvida, ver como o nome vai ficar na capa pode ajudar a decidir.

Pense também em ampliar sua marca. Quando o podcast estiver no ar, talvez seja legal criar merchandise dele. Como o nome vai ficar em uma caneca, camiseta, boné ou chaveiro?

Faça sua pesquisa

Talvez sua primeira ideia, ou várias primeiras ideias, pro nome já esteja em uso. Então você precisa ter muita criatividade e bastante tempo pra pensar em alternativas.

Ainda que você ame muito um nome que já existe, se desafie a pensar em uma opção melhor. “Encontrar um nome único e marcante pro programa pode ser difícil. Então leve o tempo que precisar e não se prenda à primeira ideia”, disse Alex. Por isso, antes de se apegar a um nome, faça uma lista de opções. Depois é só procurar no Google e em plataformas de podcasts pra conferir se seu programa é original e diferente dos outros.

Se você encontrar podcasts bem parecidos com o que você quer fazer, explore opções diferentes e variações desse conceito. Você consegue pensar em uma abordagem instigante, inteligente ou bem diferente sobre o assunto? Use isso para criar um novo nome e tornar seu podcast único.

Isso é uma parte importante do processo geral de planejamento do programa, não só do nome. Talvez você encontre um podcast que já fala tudo o que você queria falar, e isso pode fazer você ter novas ideias pra mudar seu programa.

Por exemplo, você quer fazer um podcast de crimes reais sobre assassinos em série, mas o programa “Serial Killers” (Assassinos em série) da Parcast já é bem conhecido. Sabendo disso, você talvez mude sua abordagem e resolva criar o programa “Assassinos em série à solta”.

Procure os melhores nomes

Pense nos exemplos que a gente deu. Colocar a palavra “podcast” em algum deles faria diferença? Pode ser conveniente usar a fórmula “podcast” + assunto, mas a gente acha que você consegue um nome melhor. Explore sua criatividade e o vocabulário do seu idioma para criar o melhor nome pro programa.

Alex continua, “Ao longo dos anos, adicionar a palavra ‘podcast’ foi um jeito conveniente de criar o nome. Quem nunca… Nós temos a inspiração pra criar o programa, mas na hora de dar o nome acabamos no básico ‘O podcast X.’ E depois que vai ao ar, seu programa se junta a centenas de podcasts com nomes parecidos, e fica difícil pras pessoas encontrarem ele."

Depois de dedicar tanto tempo e esforço para criar o conceito do programa, gastar mais tempo pensando no nome pode ser cansativo. Mas ele representa seu podcast, e você vai ficar feliz de escolher o nome certo.